sexta-feira, 1 de agosto de 2008

temporada

Sem essa de dizem por aí. É fato.

Teatreiro de Caxias veio me dizer que há uma nova regra na Casa da Cultra. Lembra? É o mesmo espaço onde em 2005 se criou uma polêmica do cão...a do tal FILTRO CULTURAL. Na época, a diretora da casa, a senhora Maria Inês Périco, baixou normas como: proibir shows de ROCK, proibir apresentações de escolas de BALÉ da cidade, proibir shows de HUMOR. E é bom que se diga que a determinação de Maria criou um certo constrangimento até mesmo entre os artistas e funcionários mais antigos da casa.

A nova LEI é a seguinte: temporada, ou seja, espetáculos com agendamento para varios dias, estão com os dias contados. Maria só permite o máximo de três dias de apresentações da mesma peça, montagem ou show. Por que? Vocês terão de perguntar para ela, porque ela não fala comigo, nem me concede entrevista desde que expus à mídia o tal do FILTRO CULTURAL. Só não me impediu de entrar na casa da cultura, porque é um espaço público.

Temporada de teatro, ou de dança, etc, só é possível quando se têm planejamento, e mais, quando se sabe o que se faz, e mais e mais ainda, quando se têm POLÍTICA CULTURAL pensada, definida e arquitetada. O que não é o caso, nem da Casa, nem da secretaria da Cutura, como um todo. Pena que toda a perspectiva de formação de público, de educação através da arte, de inciativas idelaizadas para melhoria da qualidade de vida das pessoas, tenha sido desprezada, em nome de LEIS, NORMAS e posicionamentos DITATORIAIS, como o FILTRO CULTURAL ou essa nova determinação de reduzir o número de dias de um espetáculo.

Uma perguntinha: e se o Chico Buarque quisesse vir à Caxias? Teria só três dias?
Outra perguntinha: no caso de o Chico vir a receber um tratamento diferenciado...por que essa administração enfraqueceu tanto o apoio aos grupos locais?

Agora chega, tenho de ir colher girassóis, lá na rússia. Que baita filme, aliás. Marcello e Sofia Loren...

Fui

Um comentário:

Ju disse...

q saudade de ti! mesmo com isso, prefiro te ler no blog, com textos mais sinceros e sem a maquiagem de lead, contraponto e quetais do jornal. beijo, suerte!
PS: pudia tentar trabalhar no cqc :P